Como acabar com a Azia com apenas 4 hábitos diários!

Costuma sentir azia, aquela queimação no estômago, logo após fazer uma refeição ou antes de dormir, por exemplo? Daí, o que você faz? Toma um copo de leite bem gelado ou um sal de frutas dissolvido na água natural? Bom, nem sempre essas são as melhores dicas! 

“A maioria dos pacientes procura, por conta própria, medicamentos ou soluções naturais para amenizar o desconforto. Os sintomas acabam melhorando temporariamente, mas voltam a incomodar em pouco tempo sem tratamento médico”, explicou o gastroenterologista Luiz Eduardo Rossi Campedelli.

Veja como evitar essa situação apenas com a mudança de hábitos.

  1. Cardápio: uma dieta saudável, frisando a azia, NÃO deve ser composta por frituras ou alimentos gordurosos. Frutas ácidas (laranja e limão, por exemplo), embutidos (presunto e mussarela, por exemplo) e verduras com ph ácido (como brócolis e couve), também devem ser evitados. 
  2. Horário: seguir um horário diário e correto para a alimentação é importante. “Comer a cada três horas mantém o sistema digestivo em funcionamento, sem sobrecarga na produção de ácido gástrico”, explica o gastroenterologista Luiz Campedelli.

    Reprodução: Google


  3. Exercícios: a prática de exercícios é super recomendável. No entanto, os especialistas recomendam que eles sejam feitos, pelo menos, com 2 horas de intervalo após refeições maiores, como o jantar e o almoço. 
  4. Café, Chá Preto, Leite e Bebida Alcoólica: todos esses alimentos precisam ser analisados.
  • O leite, por exemplo, resolve o própria da azia apenas momentaneamente, mas não trata a causa. 
  • Já os chás escuros, como o preto e o mate, causem refluxo, e, posteriormente, azia. Diferente dos chás claros, que são indicados. 
  • Quanto ao café: “A cafeína provoca um relaxamento demasiado no esfíncter, causando o refluxo de ácido digestivo para o esôfago. Duas xícaras diárias é o máximo recomendado para uma pessoa que sofre com crises de azia”, diz o gastroenterologista Vladimir Schraibman, especialista. 
  • E as bebidas alcoólicas estimulam a produção de ácido no estômago, por isso também não é recomendável.  

Com informações Minha Vida